logo.gif (2326 bytes)


Cresce a caça aos cães ianques e seus lacaios

“Soberania plena” de Bush é com governo fantoche, sem eleição e com país ocupado

E de preferência com agente da CIA fantasiado de primeiro ministro

A “transferência de soberania”, anunciada por Bush no Iraque, é com 138 mil soldados invasores ianques e mais 30 mil mercenários, e sem data para sair. Nada de eleições porque senão o Partido Baas ganha. No “governo”, só renegados e traidores apontados a dedo por Bush, a começar pelo primeiro-ministro Iyad Allawi, conhecido agente da CIA. A nova fachada do colaboracionismo está sendo montada porque o velho “conselho” já faliu, sob os tiros e granadas da Resistência. Em discurso nos EUA, o usurpador previu “dias difíceis” no Iraque e um “caminho caótico” a partir de 30 de junho. A Resistência promete fazer a sua parte, com mais chumbo no invasor e nos lacaios.

Página 7

Voltar

Paginas: 1 2  3  4  5  6  7  8