Kirchner, no México: “Muro de Bush é uma afronta aos povos do mundo”

“Quero deixar claro o repúdio do meu povo, de quem vos fala e daqueles que me acompanham, à construção do indigno muro na fronteira entre a irmã nação mexicana e os Estados Unidos”, afirmou o presidente Kirchner em seu pronunciamento no Senado do México, no dia 31 de julho. Destacando que a Argentina condena a discriminação e o racismo e é “uma Nação comprometida com a integração”, ele denunciou ainda que o muro de 1.126 quilômetros, idealizado por Bush, “é uma afronta contra todos os povos do mundo”, e fere “direitos essenciais do ser humano”. Kirchner foi ao México acompanhado de sua esposa, Cristina Fernández, candidata à presidência nas próximas eleições argentinas - na foto ao lado do presidente argentino e do prefeito da Cidade do México, Marcelo Ebrard, e sua esposa, Mariagna Pratts.

Página 6

Voltar

Paginas: 1 2  3  4  5  6  7  8

Edição
03/08/2007
1 2 3 4 5  6 7 8
 Índice
 Biblioteca

Especial

O Assassinato de Máximo Gorki

Cadernos:  1  -  2

Especial
Historia do PCUS

Cadernos: 1  -  2

Matérias Especiais
Cartas
Assinatura
Expediente