Josi Sousa

Exército afirma que conclui em 35 meses eixos Norte e Leste da transposição do São Francisco

Thomas Monteiro

Vanderlei Cordeiro será o porta-bandeira oficial do Brasil no Pan do Rio

Nayara de Deus

13 de Maio: CNAB promove Dia Nacional de Luta Contra o Racismo


Editorial

“Veja” recolheu-se, nesta semana, mas como certos elementos alojados em veículo de menor expressão houveram por bem corroborar seus insultos contra nós é oportuno relembrar o significado da relação do HP com o MR8.

O HP não pertence ao MR8, mas existe há 27 anos e chegou ao número 2.567 - duas mil quinhentas e sessenta e sete edições - graças ao apoio das forças políticas democráticas, que não se curvam à monopolização da mídia; aos milhares de leitores e colaboradores que nos enviam textos e sugestões de pauta; e a um abnegado corpo de redatores que trabalha praticamente de graça para produzir as matérias do jornal, tendo que dividir o seu tempo com outros afazeres para colocar na mesa o feijão nosso de cada dia. Muitos deles são militantes do MR8 - o que muito nos orgulha. E seria impossível fazer o jornal, nas condições em que ele é feito, sem o concurso de uma militância aguerrida.

Todas as forças políticas nacionais conhecem o HP de longa data e sabem que é assim que ele funciona. Sabem que o HP é um órgão livre e independente, que não emite opinião mediante favores de qualquer espécie, e que já provou enfrentando bombas e cadeia, quando isso foi necessário, que é capaz de sustentar as suas opiniões e divulgar seu noticiário sob céu claro ou nebuloso, com o vento a favor ou contrário.

Nunca nenhum político ou quem quer que seja se queixou de ter sido chantageado pelo HP. E nunca ninguém tentou nos seduzir vendendo facilidades. Porque o HP não disfarça suas simpatias e antipatias, e não confunde hipocrisia com “objetividade jornalística”. Nossa linha editorial é muito clara: aqueles que pela sua atuação prática se confrontam ou passam a contrariar as forças que representam os interesses do imperialismo norte-americano, tornando-se por isso mesmo alvo de seus ataques, são nossos amigos. Os que compactuam com elas não são.

Esta é a razão pela qual a Hora do Povo possui um número de leitores crescente. E, assim como todos os demais veículos que compõem a imprensa independente no Brasil, não deve ser discriminada no acesso à publicidade oficial.

A luta pela democratização da mídia está em curso. É natural que os interesses contrariados lavrem o seu protesto, valendo-se dos métodos compatíveis com a sua estatura moral.
 

Matérias da Edição de 16/05/2007

Governo e trabalhadores anunciam legalização das Centrais Sindicais

“Foi um negócio justo”, diz Gabrielli sobre venda das refinarias à Bolívia

Bernardo: “Investimento é prioridade”

França apóia Brasil na quebra de patente de remédio contra a Aids

Virgílio corteja racistas do “Naspers” e lobistas o elegem “mais influente”

Monopólios declaram que Estado não deve proteger crianças dos abusos da TV

Lula: “é toda a nação quem ganha com sucesso do PAC”

Arlindo Chinaglia para Gabeira: “você mentiu”

TSE rejeita contas de Alckmin

Lula discutiu com o Papa combate à fome pelo Bolsa Família e biodiesel no Nordeste

Jornalistas comemoram o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa

Aécio defende dificultar o governo nas votações da CPMF e da DRU

Ministro defende a regulamentação de emenda para reajustar recursos do orçamento da Saúde

Cabral: “obtivemos grande êxito na apreensão de armas e drogas no Rio”

Ação de Serra no STF contra lei acoberta os caça-níqueis

CPI: relatório da PF que responsabilizou norte-americanos será chave

Feijóo: “Emenda 3 é degradação de direitos e redução de salários”

Centrais e empresários negociam protocolo para desenvolvimento da construção civil

Felipe Massa vence o GP de Barcelona de ponta a ponta

Vanderlei Cordeiro será o porta-bandeira oficial do Brasil no Pan do Rio

Show de gols na abertura do Campeonato Brasileiro

Informe Publicitário: Incoerência e oportunismo não rimam com democracia

13 de Maio: CNAB promove Dia Nacional de Luta Contra o Racismo

Entidades exigem rapidez na investigação do assassinato do jornalista Barbon Filho

Exército afirma que conclui em 35 meses eixos Norte e Leste da transposição do São Francisco

Após cobrar zona azul dentro do Ibirapuera, Kassab taxa o entorno

Estatizada, Ferroeste investirá 2,2 bilhões na recuperação da malha

Cartas

Cuba denuncia liberação pelos EUA do assassino a serviço dos Bush

Jovens de 43 países se reúnem em Havana pela libertação dos 5 heróis da luta contra o terror

RCTV, peça ativa do ‘golpe midiático’, sai do ar dia 27

Fidel declara apoio ao Brasil pela quebra de patente de medicamento contra a AIDS

Bush demitiu procuradores para abafar fraude eleitoral

Iraque: ocupação ianque mantém 100 mil mercenários contratados pelo Pentágono

Família denuncia a impunidade dos assassinos de Jean Charles

A modéstia impede Casa Branca de informar quem rouba o petróleo do Iraque

Submissão a Bush obriga Blair a encurtar mandato

Japão: milhares exigem em Okinawa a retirada  de base militar dos EUA

Angra 3: questão estratégica para o desenvolvimento do país

 

 

Edição
16/05/2007
1 2 3 4 5  6 7 8
 Índice
 Biblioteca

Especial

O Assassinato de Máximo Gorki

Cadernos:  1  -  2

Especial
Historia do PCUS

Cadernos: 1  - 2

Matérias Especiais
Cartas
Assinatura
Expediente