1 2 3 4 5 6 7 8|Índice| Biblioteca|Assinatura|Expediente|Cartas|Não tropece na Língua
Envie sua carta: horadopovo@horadopovo.com.br | hp@webcable.com.br



 “Meu Chapa”: as deliciosas aventuras da
uma família e um cão muito louco

       Bom, como eu sei que muita gente é apaixonada por cachorros e isso é uma característica importante que até define quem é o sujeito, venho aqui falar do Chapa. Pois é – o Chapa é que nem gente, e gente boa pra caramba. Sua história se confunde com a história de muitos brasileiros, que andou por estradas e sertão, amargando o calorão, o vento, a chuva e aprontando todas. Um cachorro para lá de atrapalhado, perseguidor de galinhas e patos e nadador (não pode ver água), um labrador amigo e companheiro. Suas características amáveis e brincalhonas atraem principalmente as crianças, não descartando muito marmanjo gente fina.

O Fábio Lamachia conta essa história que é de sua vida pelas estradas do Brasil acompanhado de sua companheira Jenny e do cão labrador, nosso querido Chapa, e tempos depois o pequeno Farofa, também labrador de pelagem amarela, que veio se integrar ao grupo.

É para ler de uma lapada só – isto é, se você é como eu que se interessa pela história de vida das pessoas, pelas experiências vividas, pela alegria e dor de viver de alguma forma e por algum tempo, sem normas, sem horários rígidos, sem gravata e salto alto, vai amar ler o “Meu Chapa”. Esse livro, além de bem escrito e apontar a busca pela felicidade como algo possível de se conquistar, não promete nada que não possa ser conseguido com o simples ato de viver, viver e experienciar o dia a dia na construção de uma vida, na construção da família e de um mundo melhor. E esse é o objetivo: construir. Levantar nossas bandeiras. Romper com a solidão e trilhar os novos caminhos. Vencer os obstáculos. É o que fazem milhões de brasileiros no dia a dia construindo o nosso Brasil, em São Paulo, no sertão de Pernambuco, no Sul ou no Norte. Foi também o que fez Fábio ao sair de São Paulo e se embrenhar pelas estradas em busca do conhecimento de si mesmo e da felicidade.

O “Meu Chapa” é gostoso de se ler e me faz lembrar a história do Vigilante Rodoviário que muito alegrou minha infância, com o vigilante Carlos e seu cachorro, o Lobo. Do vigilante da minha infância tive notícias há alguns anos, estava numa cidade praiana contribuindo com seu trabalho à frente da Secretaria de Turismo da cidade. Seu cachorro ficou na lembrança de muita gente. Espero que o “Meu Chapa” também entre na sua vida e lhe traga muitas alegrias.
“Meu Chapa - Aventuras pelo Brasil com um cão muito louco”, Geração editorial Ediouro - autor, Fábio Lamachia – Informações : 11- 38424235 e 11 32564444– email: sandratacla@tacla.net. R$ 29,90.
SANDRA LOPES
 

Voltar

Paginas: 1 2  3  4  5  6  7  8

Páginas desta edição 
1 2 3 4 5 6 7 8
Índice
 Biblioteca
1992 2000
1993 2001
1994 2002
1995 2003
1996 2004
1997 2005
1998 2006
1999 2007
Matérias Especiais
Vídeos
Cartas
Assinatura

Não tropece

na lingua

Caderno Especial

O assassinato de Máximo Gorki

1 2

Caderno Especial Historia do PCUS

1 2
Expediente