Mantega postula privatizar e desnacionalizar investimento 

 

 

Além de não enfrentar o câmbio e os juros altos, diminui o papel do BNDES no desenvolvimento 

 

O mais estranho nas medidas anunciadas quarta-feira pelo mi-
nistro da Fazenda, Guido Mantega, é que nenhuma delas enfrenta problema algum do país. Aliás, até agravam alguns. Apesar dos 80 anos que o país tem de experiência nesse terreno, o ministro acredita que privatizar o financiamento ao investimento, isto é, diminuir o peso do BNDES, faria aumentar a taxa de investimento de economia.

 

Mas como as empresas obteriam dinheiro para investir? Ora, recorreriam a um mítico “mercado de capitais”. Seria um caso único no mundo, em que a especulação financiaria a produção, ao invés de tirar dinheiro dela e do crescimento. E, se o ministro aderiu à tese de que a solução para financiar o investimento é o açambarcamento das empresas pelos bancos, isto é, a constituição de monopólios financeiro-industriais, deveria olhar para a situação a que essa subordinação da produção à especulação levou, por exemplo, as empresas dos EUA, que - por existirem em função da especulação, e ter a sua dinâmica determinada por esta - só não afundaram no brejo da crise porque o Estado colocou, sem retorno à vista, pelo menos US$ 650 bilhões nelas, provavelmente muito mais.

 

O ministro também poderia ler algo que toca nesses assuntos, por exemplo, “Acumulação Monopolista e Crises no Brasil”, escrito, lá pelos idos de 1979, por um certo Guido Mantega (em parceria com Maria Moraes). A propósito, a conclusão desse livro é que a origem das crises econômicas no Brasil é “a impossibilidade do crescimento pela grande transferência de nossos lucros para a economia mundial”. Na época, as remessas ao exterior estavam em US$ 7,8 bilhões por ano. Hoje, em 10 meses, foram US$ 55,7 bilhões. No entanto, o ministro não acha mais que isso é um problema para o crescimento. Mas só acha isso porque não quer enfrentar o problema verdadeiro da economia.

 

Há um consenso de que somos saqueados por via cambial, com a permissividade dos altíssimos juros, e desequilíbrio nas contas externas. Das centrais sindicais até a Fiesp, do sr. Yoshiaki Nakano até nós, concordam todos que é impossível continuar com juros vertiginosos, moeda hipervalorizada e importacionismo desvairado – sobretudo quando os EUA, para tentar uma saída da crise às custas dos outros, invadiram o mundo, oficialmente, com US$ 3,3 trilhões na primeira superemissão de sua guerra cambial, e, agora, com mais US$ 600 bilhões, ameaçando chegar a mais US$ 1 trilhão.

 

Alguma das medidas anunciadas pelo ministro pretende enfrentar essa situação? Infelizmente, nenhuma. Sobre o câmbio, o futuro secretário-executivo da Fazenda, Nelson Barbosa, esclareceu: o impacto dessas medidas é nulo.

 

Também não vai melhorar a economia – muito menos as condições do Estado para promover o desenvolvimento - conceder isenção completa de Imposto de Renda (IR) aos “investidores estrangeiros sobre os rendimentos de debêntures voltadas para projetos de infraestrutura”, inclusive quando forem “aplicação via fundo de investimento”, isto é, aplicação especulativa - pois o que se chama “fundo de investimento” nada tem a ver com investimento verdadeiro. Da mesma forma, a “eliminação do IOF de até 30 dias sobre compra e venda de títulos privados” ou a redução do mesmo imposto – de 6% para 2% - sobre o capital estrangeiro que entrar para determinados fundos.

 

Disse o ministro que pretende criar um “mercado de debêntures” para que o financiamento ao investimento seja privado. “Debêntures” são títulos de dívida, isto é, papéis emitidos por uma empresa ao contrair um empréstimo, com determinada taxa de juros. A diferença essencial entre uma debênture e um título de dívida ordinário (o chamado “papagaio”) é o direito do seu detentor de transformar as debêntures em ações da empresa que emitiu-as. Um “mercado de debêntures” é um mercado de títulos de dívida – em suma, especulação com esses títulos de dívida, pois todo mercado de dívidas é especulativo. Em suma, o plano de Mantega é que as empresas obtenham dinheiro para investimentos pela especulação, mais precisamente, se submetendo à especulação.

 

Como isso é impossível – por isso é que o BNDES existe – Mantega descobriu uma solução: recorrer aos dólares que estão pilhando o país. Pelo seu pacote, as empresas nacionais que comprarem debêntures de outra pagarão 15% de IR, mas os “investidores estrangeiros” pagarão zero. Portanto, a solução do ministro para privatizar o financiamento ao investimento é desnacionalizá-lo. Em vez das empresas tomarem emprestado do BNDES, passariam a tomar emprestado aos especuladores, quer dizer, investidores estrangeiros. Ao cabo, e até porque se trata de títulos conversíveis em ações, isso significa desnacionalizar as próprias empresas - como se fosse pouco os US$ 390 bilhões que, de 1995 a outubro último, entraram no país para comprar empresas nacionais, com a ampliação colossal da “grande transferência de nossos lucros para a economia mundial” de que Mantega falava há três décadas.

 

Ninguém garante, com os juros atuais, que os especuladores acharão atraente essa cenoura. Na quarta-feira, o sr. Luciano Coutinho, presidente do BNDES, lembrou, ainda que pouco enfático, que nada disso vai dar certo se os juros não caírem.

 

E, se desse certo, também não daria certo: teríamos mais desnacionalização, mais dólares entrando e jogando para cima a cotação do real, tornando mais caros os produtos internos e mais baratos os importados, mais remessas de lucros e menos controle ainda sobre a economia do país. O sr. Mantega não parece achar ruim que a infraestrutura do país seja desnacionalizada. Os americanos, que nunca permitiram qualquer desnacionalização da sua, devem ser malucos.

 

No entanto, o mais preocupante – porque desastrosa – é a ideia de Mantega de que para aumentar o financiamento privado ao investimento é necessário diminuir o financiamento público.

 

Em qualquer lugar do mundo – e no Brasil já vimos isso inúmeras vezes – onde existem bancos públicos, seu financiamento ao investimento das empresas, ao aumentar os lucros, permite que as empresas privadas aumentem o seu próprio financiamento ao investimento, isto é, o seu reinvestimento.

 

Porém, Mantega descobriu que o financiamento do BNDES inibe o financiamento privado. A ideia não é nova – foi expressa pelo arqueológico Eugenio Gudin. Para ele, todo empresário nacional do setor industrial era um parasita e qualquer indústria nacional era artificial, só existindo porque tomava emprestado dinheiro público. O fato dos empresários pagarem os juros e a amortização desses empréstimos, não comovia Gudin. Ele sempre achou que o Estado devia tomar emprestado aos bancos externos, jamais emprestar aos empresários – isto é, aos empresários brasileiros.

 

Não esperávamos que Mantega exumasse um pedaço dessa múmia, ao dizer que é preciso diminuir os repasses do Tesouro ao BNDES porque “com menor quantidade de recursos do Tesouro, o BNDES terá que ir mais ao mercado” - e o próprio BNDES anunciou que “investirá” R$ 10 bilhões nas debêntures que serão lançadas pelas empresas.

 

Ou seja, a garantia do “mercado de debêntures” é o BNDES. Em vez de financiar diretamente os investimentos das empresas, passaria a comprar debêntures – e a lançar “letras”, isto é, títulos para captar dinheiro no mercado financeiro.

 

Qual a vantagem de lançar o BNDES na especulação? Qual o problema do BNDES receber repasses do Tesouro para financiar, com bom retorno, o investimento das empresas? Só os bancos privados é que devem receber repasses do Tesouro, sem retorno, sob a forma de pagamento de juros? Qual a vantagem?

 

A vantagem é diminuir a ação do Estado para aumentar o investimento e promover o crescimento, deixar as empresas nacionais ainda mais a mercê do capital estrangeiro - e piorar as contas externas.

 

CARLOS LOPES

 


 

Primeira Página

 

Página 2

Mantega postula privatizar e desnacionalizar investimento

Petrobrás reconquista 100% da Refap

Mauro rebate explicações de Barbieri sobre exoneração

Câmara rejeita legalizar bingos

Estatal confirma mais óleo leve em Tupi e contesta “sócia” BG

Comissão eleva receita do Orçamento

Conselho recomenda “aprovação automática” derrotada nas urnas

Teles desistem de ações contra Telebrás e PGMU

Expediente

 

Página 3

Lula afirma que está “atinado” contra cortes em investimentos

PSDB tenta encontrar o rumo em Maceió

Mercadante é anunciado para ministro de C&T

Marco Maia vai ser o candidato do PT à presidência da Câmara

TSE anula decisão que cassou Garotinho

Presidente do STF repele ingerência da OEA e reafirma a Lei de Anistia

Presidente do Ipea defende o fortalecimento do Bolsa Família

Sistema é largamente utilizado em S. Paulo:  CGU flagra balcão de Oscips

 


 

 

 

 

 

 

Página 4

‘Vender leitos do SUS para planos de saúde além de ilegal é imoral’

Partido Pátria Livre do DF realiza seu 3º Congresso

CARTAS

Anúncio

 

Página 5

Entidades com Lula pedem Estado forte e aumento do salário mínimo

Para Lula, ampliação do diálogo garantiu um salto de qualidade

CGTB debate políticas de construção de casas populares para trabalhadores durante seminário

USP despenca em três de quatro rankings internacionais e nega bônus a funcionários

Funcionários da Usiminas rejeitam proposta salarial

Brasil conquista bronze no Mundial de Natação

Inter perde para Mazembe e é eliminado do Mundial

 

 

 

 

 

Página 6

 ‘Os fomentadores de guerra é que querem manter Assange na prisão’

Chanceleres da Coreia Popular e Rússia reúnem-se em Moscou

Anúncio

 

Página 7

Grécia: greve geral contra os ataques a direitos trabalhistas

Repúdio ao arrocho lota as ruas da Espanha, Dinamarca, Bélgica e França

“É uma obscenidade que os mais pobres tenham que garantir dívidas dos bancos”

Parlamento mantém Berlusconi na chefia do governo e conflagra Itália

20 mil jovens de 150 países reúnem-se pela paz, solidariedade e soberania dos povos

Porto Rico: estudantes e professores rechaçam taxa que afastará 10 mil alunos pobres do ensino público

Mensagem aos participantes do XVII Festival Mundial da Juventude na África do Sul (II)

 

 

Página 8

Stiglitz: “Ou mandamos os banqueiros para a prisão, ou a economia não vai se recuperar”

Anúncio

 

 

ÚLTIMAS EDIÇÕES

Importações batem o recorde em novembro: US$ 17,3 bilhões
Hora é de baixar juro e não de cortar gasto, diz seminário do Ipea
Para Centrais, mínimo de 540 reais é afronta a resultado das urnas
Juro do BC faz o saldo comercial do Brasil virar pó
Fome duplica nos EUA enquanto o FED injeta US$ 600 bi em bancos
G-20 põe nas mãos de cada país resposta à hiperemissão de dólar
Obama diz que EUA só rouba do mundo hoje para ajudá-lo amanhã
Ou Brasil reduz o juro ou guerra cambial vai fazer o país regredir
EUA força a queda do dólar para aumentar exportação na marra
Brasil rejeita o atraso elegendo Dilma para aprofundar mudanças
Lula aniversaria e diz que o maior presente será vitória de Dilma
Globo fraudou vídeo da UOL para sustentar farsa de Serra
Serra manda agredir mata-mosquitos no Rio e sai no prejuízo
FH faz reunião secreta com “big shots” para divulgar programa de privatizações de Serra
Homem-bomba do PSDB exige e consegue que Serra o defenda
Programa de Serra é desnacionalizar, privatizar, excluir, mentir e jogar sujo
Serra roga voto à Marina após tê-la acusado de ‘mensaleira’
Povo cerra fileiras com Lula e Dilma para matar a cobra no primeiro turno
Serra derruba Alckmin e frente pró-Dilma leva Mercadante a 2º turno
Descaso tucano com o transporte público faz até Metrô sair do trilho
Aturar a parentada de Erenice é preço baixo para o Brasil se livrar da máfia mídio-tucana
Serra diz que elevará salário mínimo para R$ 600,00... em 2015
A filhinha do imundo abriu sigilo bancário de 60 milhões de brasileiros
“O que Serra faz ao caluniar Dilma é crime contra o Brasil”, diz Lula
Espasmo golpista de Serra aumenta vantagem de Dilma
Serra pede que TSE dê golpe de Estado para barrar vitória de Dilma
Ibope entrega os pontos e diz que Dilma tem quase o dobro de Serra
Dilma tem 55,3% dos votos válidos e Serra 33,7%, apura Sensus
“O que tucanos fazem com pedágios em SP é um roubo”, diz Lula
Dilma abre 16 pontos e leva no 1º turno, diz pesquisa Vox Populi
Defesa do interesse nacional é a chave do sucesso de Lula, afirma Mercadante
Lula louva calma de Dilma em resposta às grosserias de Bonner
Sensus registra que vantagem de Dilma sobe para 10 pontos
TRE veta Roriz por ficha suja e Serra fica na mão no DF
SP perdeu o controle do sistema prisional, apontou Mercadante
Campanhas do PSDB e Dem tiram nome de Serra em 12 Estados
Pesquisa Vox Populi desengana oposição: Dilma 41%, Serra 33%
Aécio diz que Lula é o maior fenômeno da história nacional
Lula vai ao comício de Dilma e avisa que vagabundo nenhum vai calar a sua boca
Mídia pró-Serra quer proibir Lula de pronunciar o nome de Dilma
Serra diz que vai duplicar o Bolsa Família do jeito que “criou” o FAT
Serra sai do sério e diz que seu plano é dobrar Bolsa Família
Ibope não aguenta ficar mais de nove dias sem roubar de Dilma em pesquisa
Serra seleciona o genro de Cacciola para ocupar vaga de Arruda na vice
Encontros reforçam Dilma e apresentam candidatos de Lula a governos estaduais
Ibope descola da “Folha” e admite que Dilma passou à frente de Serra

Para sindicato do ABC, importação de autopeça está extinguindo setor

Mídia serrista maldiz Lula por melhorar o salário do aposentado

Convenções nacionais reforçam a vantagem de Dilma sobre Serra

Sanção injusta ao Irã é lenha na fogueira da proliferação atômica
"A Petrobrás só não foi privatizada pelos tucanos porque nós resistimos”, diz Dilma
Conferência aprova a agenda nacional para consolidar a era Lula
 
30% dos que apoiam Serra acham que ele é o candidato de Lula
Cortar benefício de aposentados com o país crescendo é pura sacanagem
Enciumado com Lula, EUA ignora acordo e pede sanções ao Irã
Pesquisas de maio mostram que Folha fraudou resultados
“Serra agora sabe tudo que não sabia quando estava no governo”, diz Lula
FED e UE preparam curra contra Itália, Portugal e Espanha
Lula decide reativar Telebrás para levar banda larga a todos
British e Halliburton provocam catástrofe ecológica nos EUA
Petrobrás faz nova descoberta de óleo ultrafino no pré-sal
“Atrasar Belo Monte é coisa de quem faz figa para que volte o apagão”, diz Lula
Portugal diz ao MinC que não pode obrigar autor a renegar direito
Folha perpetra outra fraude em pesquisa para empurrar Serra
Para PSDB, pesquisa em que Dilma cresce tem de ser proibida
Marciano quer que Oi passe a gerir rede de fibra ótica do governo
Dilma dá partida na campanha pedindo bênção a Tancredo
Vox Populi desvenda a fraude da Folha: Dilma é que subiu 4 pontos
Lula destaca a integridade de Dilma e Serra diz que sabe tudo de teatro
“Folha” faz campanha antecipada estufando Serra 10 pontos no Sul
“Quem faz campanha antecipada são só os tablóides de sempre”
Serra declara que não dialoga com professor porque ‘greve é de 1%
Rio enterra nas ruas a tramoia de deputados para assaltar royalties
Pesquisas indicam que Dilma começou a ultrapassar Serra

EUA faz cena para o Brasil fugir do dever de administrar-lhe as sanções da OMC

O pré-sal é nosso! Leilão é privatização!
Lula adverte Hillary a não tratar o Irã como Bush tratou o Iraque
Para Ciro, a queda de Serra diminui o risco de retrocesso
Casta que controla Conselho quer ONU esvaziada, diz Lula

“Continuar o projeto de Lula é a razão da minha candidatura”

Arruda e mais cinco da quadrilha passam o carnaval na cadeia
Congresso dá apoio a Lula para prosseguir as obras da Petrobrás
Teles recuam e dizem que plano para ativar a Telebrás ‘é bacana’
Americanos dizem que iam vender as crianças haitianas  a famílias piedosas
Pesquisa “Sensus” dá empate técnico entre Dilma e Serra
Plano propõe reativar Telebrás para superar crise da banda larga
Acordo com ONU veta interferência dos EUA na segurança do Haiti

Máfia de Arruda não tem isenção para julgar o seu chefe, conclui TJ

EUA invadem o Haiti e dificultam chegada a ajuda humanitária

Brasil lidera ação de solidariedade ao povo haitiano

Máfia do panetone protela julgamento com assalto à CPI
Papai Noel do STJ suspende ações contra Daniel Dantas

Serra pediu à Globo para aliviar Arruda

Discurso de Obama no Nobel da Paz fala 42 vezes em guerra

Governador ladrão lança a cavalaria contra estudantes

Sedex com dinheiro para Arruda veio de fornecedor de Serra
Quem tem Yeda, não pode falar do Arruda, diz o Dem a tucanos

Arruda esclarece: a propina era para comprar panetone 

Invasão do Brasil pelo dólar virtual passa de 17 bilhões em outubro

Antilulismo de Serra leva sua candidatura a cair mais 8 pontos

Tucanos passaram a amigos fiscalização da obra do rodoanel

Desabamento do rodoanel é a cara do governo Serra

Atribuir apagão a “fator climático” é lero de tucano
EUA deflagra guerra cambial e Fazenda hesita em ir à luta
Investimento frio da Telefónica no Brasil agita a Bolsa de NY

Aécio põe namorada a nocaute com murro no meio da festa VIP

Democratas vetam a entrada de Serra em seu programa na TV

SPC apura sumiço de meio bilhão do fundo de pensão da Sabesp
Parasitismo de teles pôs na ordem do dia a volta da Telebrás
Telefónica ganha de Serra isenção fiscal para fraudar usuário
“PMDB pode assumir de público que tem a vice”, afirma Berzoini
Oposição sem voto quer mudar quorum para lei do pré-sal

Usuário perde as estribeiras com a ferrovia privatizada no Rio de Janeiro

Yes, we créu!

Golpista relaxa toque de recolher mas lota prisões em Honduras

Congresso pede o fim do estado de sítio em Honduras
ONU e OEA apoiam Lula: Zelaya deve voltar de imediato para a presidência

Zelaya volta e instala QG da legalidade na Embaixada do Brasil

Ipea acha cedo para considerar que a economia já se recuperou

Juro e BNDES mantêm o crescimento do PIB negativo no semestre

Telefónica deixa SP sem comunicação no meio do temporal

Lula convoca Brasil a deixar maus tempos da lei 9478 para trás

Mídia golpista tira a máscara e advoga o pré-sal para as múltis
Projeto para o pré-sal abre perspectiva para o retorno da lei 2004
Anatel libera Speedy sem que Telefónica conserte os defeitos
Trapaça para isentar teles de pagar multa abre crise na Anatel
Conselho remete as ações contra Sarney para o arquivo morto
Teles, Anatel e STJ se acertam para assaltar usuário com tarifa de DDD em ligação local
Anatel protela decisão sobre superintendente que as teles guiavam

Conselheiro denuncia lobby na Anatel para aliviar multa de teles

Sarney diz à oposição que está pronto para a paz ou para a guerra
Nova base dos EUA na Colômbia tem raio de ação para alcançar a metade do continente
Mídia inventa risco para facilitar múltis mamarem o pré-sal
Operários jogam pela janela privatizador de siderúrgica na China
Justiça bloqueia 27 fazendas de réu que Gilmar mandou soltar

Gato comeu 2 bi que AES e Duke estavam obrigadas a investir em energia até 2008

Montadora pré-falida arma com Yeda para tomar 1 bi do BNDES
Sarney anula os 663 atos secretos e exige devolução do que foi pago indevidamente
“Privatização que deu certo” cria milhões de usuários desplugados

Tropelias do BC e BNDES arruinaram PIB de 2009

OEA dá 72 horas a golpistas para que devolvam o poder a Zelaya

Dilma ultrapassa Serra no Nordeste, informam as pesquisas do Dem

BNDES desvia grana do crescimento para monopólios na UTI

Mídia golpista degola seus cupinchas para atear fogo no Senado

320 parlamentares lançam a Frente em Defesa da Petrobrás

“O pré-sal é nosso!”, entidades convocam ato dia 19 na Paulista

Sem priorizar mercado interno e as empresas nacionais não há meio de esconjurar a crise

Múltis intensificam lobby para assumir controle do pré-sal 

BC pôs Brasil na rota do tsunami elevando o juro relativo para atrair capital externo

GM já era

CPI da Petrobrás deve deixar tucanos fora da presidência e relatoria

Tucanos prosseguem com CPI sabotagem do governo FH contra Petrobrás, diz Aepet

O que o Brasil quer é saber como tucanos afundaram a maior plataforma do mundo

Múltis adquirem 30 calabares no Senado para zoar Petrobrás

União jogaria dinheiro fora se deixasse múlti faturar com o pré-sal

Para Gilmar Mendes, STF tem que se lixar para a voz do povo
Múltis querem mamar petróleo que Petrobrás descobriu no “pré-sal”

“Para quem no começo falava menas laranja é chique demais”

Bank of America e Citibank estão de pires na mão

PF indicia Dantas em cinco artigos do Código Penal

‘V. Exa. não está falando com os seus capangas do Mato Grosso’

Lula reduz o superávit primário e libera mais R$ 38 bi para investir

“País deve se basear na força do mercado interno”, afirma Lula

Empresas nacionais repelem portaria que estimula importação de máquinas usadas

BC usa “previsões” para frear queda da taxa básica de juros

Revolta contra os cupins financeiros conflagra Londres

Centrais querem mais emprego e menos juro para impedir tsunami de invadir nossa praia

Remessas ao exterior mantêm a escalada e vão a US$ 2,6 bilhões

Bancos propõem corte na renda da caderneta de poupança em prol do achaque ao Erário

Múltis drenam do país US$ 3,266 bilhões só em dez dias de março

Vale demite, reduz salários e distribui R$ 5 bi a acionistas

Sob pressão, BC recua juro outro pontinho e meio

Aumento do IDE agrava sangria de recursos do Brasil para fora

Desnacionalização e gestão temerária sufocam a Embraer

Solução para a Embraer é voltar a ser do Estado

Febraban diz que reduz spread se a União pagar conta de inadimplentes

“Decisão do governo é não emprestar a quem desemprega”, diz Lula

Lula: “Eles cultivam o ódio dos de cima contra os de baixo” 

BC assalta 80 bi das reservas para ajudar bancos em Wall Street

Juros e pilantragem de múltis fazem produção industrial encolher 19%

Repatriamento de capital por múltis ameaça as contas externas do Brasil

Juro alto do BC é o fundamento do spread aloprado

Conselheiros do CDES pedem a antecipação da reunião do Copom

Meirelles recua debaixo de vara e reduz os juros em um pontinho

Centrais fecham com Lula ofensiva contra os juros, demissões e redução dos salários

Fiesp abre guerra contra os salários dos trabalhadores

BB paga R$ 4 bilhões para Votorantim ficar com o controle do BV

Juros e alarmismo midiático freiam a produção industrial

 Israel testa Obama com chacina contra palestinos em Gaza

Para Lula, juros têm que cair no começo de 2009

Para nababos da Vale, povo duro é a melhor receita contra a crise

“Toma o beijo da despedida, seu cachorro!”

Meirelles afronta o Brasil e não reduz taxa de juros para jogar país na crise

Alencar mantém BC sob pressão: “esses juros são anomalia”

Lula a Meirelles: “juro está além daquilo que o bom senso indica”

Montadoras almoçam os R$ 8 bi do crédito e mantêm ameaça de demitir trabalhadores

Meirelles diz que não aceita baixar juro para priorizar crescimento

Juro alto dissipa 29% da renda disponível no país, afirma Ipea

Procurador avalia que há provas para Daniel Dantas pegar um ano a mais que Al Capone

“Gasto público que precisa ser cortado é o juro”, diz Ipea

Meirelles quer que Brasil traia o compromisso com G-20 sobre redução do juro

China põe R$ 1 trilhão na infra-estrutura para crescer 9% em 2009

EUA responde à crise votando em massa na mudança

Fusão de Unibanco com Itaú torna mais anti-social sistema financeiro privado

Banqueiros põem o compulsório no bolso e dão uma banana ao crédito

Greve da Polícia Civil cresce e responde a Serra nas ruas de SP

Eleições em S. Paulo opõem integridade de Marta à dissimulação indecorosa de Kassab

Governador trai promessa e dá ordem para PM atacar policiais

Marta sobe porque é Lula. Kassab cai porque é oposição

Retratação de Gabeira reafirma preconceito contra “suburbanos”

Inauguração da P-51 é resposta do Brasil à crise

Eleições dão vitória aos aliados de Lula em todas as regiões

Lula pede a S. Paulo que vote em Marta: “temos as mesmas idéias e projetos”

Veto popular assusta republicanos e trava bailout de US$ 700 bi a especulador falido

Economia na mão de especuladores levou EUA à crise, diz Lula

Para Serra, Kassab é leal. Alckmin, não

Lula mobiliza PF para fechar nossa fronteira a terroristas da Bolívia

Kassab usa Ama para passar verba pública aos grupos privados

Com inflação em queda, BC eleva juro para afundar o Brasil em 2009

Comando do Exército desmente Jobim: “a maleta da Abin não serve para escutas”

Maleta não faz grampo, apenas a varredura, diz técnico da Abin

Quadrilha pró-Dantas acusa Abin de gravar seu truta no Supremo

Trabalhadores se unem e dão apoio unânime à Marta

China desbanca EUA da liderança olímpica

Tucanos vão ao STF para derrubar o piso salarial de professor

Magistrados armam barraco no Supremo

Lula convoca UNE a deflagrar campanha do ‘Pré-sal é Nosso!’

Kassab responsabiliza Alckmin por atrofia do Metrô-SP e vice-versa

BC faz do Brasil último peru com farofa em mesa de especulador, diz Delfim Netto

Alckmin tira o corpo fora e põe na conta de Serra o desastre da Linha 4 do Metrô

BC manipula previsão de crescimento para forçá-lo a despencar