8 de Março: ato em SP reúne milhares por mais creche, mais emprego e menos juros

Uma manifestação marcou o Dia Internacional da Mulher, 8 de Março, na última quinta-feira em São Paulo. Com uma grande marcha que reuniu milhares de pessoas no centro da capital, as participantes levantaram as suas bandeiras e entoaram palavras de ordem como “Creche, trabalho, saúde, educação, mulheres unidas para o progresso de nação”.

Durante a caminhada, as lideranças femininas transmitiram suas mensagens. Rosane Silva, secretária da Mulher Trabalhadora da CUT, afirmou que “as mulheres da CUT estão na rua neste dia 8 de março por mais democracia, por liberdade, autonomia e igualdade. Queremos uma sociedade onde as mulheres sejam respeitadas como sujeito político que constrói a história do nosso país e da Humanidade”.

Vera Gorron, 2ª secretária de Relações Internacionais da CGTB, defendeu “a imediata redução da taxa de juros para os níveis internacionais para garantir o crescimento econômico do país e, consequentemente, a geração de emprego com creches públicas para as trabalhadoras deixarem seus filhos quando estiverem na produção”.

Cássia Bufelli, secretária da Mulher da UGT, Maria Auxiliadora, secretária da Mulher Trabalhadora da Força Sindical e Raimunda Gomes, secretária da Mulher Trabalhadora da CTB, também participaram do ato.

Além das lideranças sindicais, a manifestação contou com a presença de diversas entidades como a Marcha Mundial das Mulheres, Confederação das Mulheres do Brasil (CMB) e União Brasileira de Mulheres (UBM).

“O Brasil precisa voltar a crescer. Interessa a nós mulheres o crescimento e o desenvolvimento. É isso que garante que conquistemos trabalhos qualificados com nossos direitos garantidos, carteira registrada, licença maternidade, saúde pública e de qualidade”, disse Ilda Fiore, tesoureira da CMB.


Capa
Página 2
Página 3

Juro no BB pode cair para até 2% ao mês e taxas na CEF a 4%

Procuradoria-geral da República recorre ao STF para que crimes de Dantas não fiquem impunes

Lula sai do hospital e em breve retoma vida normal  

O primo mais esperto de José Serra (IV)

Deputado já tem 136 apoios para criar a CPI das ligações entre contraventor e políticos   

Emenda que institui monopólio dos grandes partidos começa a ser apreciada pelos senadores

Eduardo Braga deve ser novo líder

Página 4 Página 5 Página 6

   Produção industrial da argentina cresceu 6,5%

  
   
Congresso egípcio pede saida do embaixador israelense do país

 

  

Página 7

   EUA: sistema arcaico de registro pode anular milhões de votos em novembro

   Grampeadores a serviço de Murdoch voltam para cadeia

Página 8