Terroristas apoiados pelos EUA atacam comboio da ONU na Síria

Um comboio de veículos da ONU, conduzindo os observadores da organização - que buscam garantir o cessar-fogo - foi atacado no dia 9, ao sul da Síria, na cidade de Daraa.

Soldados sírios que escoltavam a caravana ficaram feridos mas garantiram que os integrantes da missão internacional saíssem ilesos da agressão.

Entre os presentes estava o comandante da operação da ONU, o general norueguês, Robert Mood.

As agressões mais acintosas acontecem sempre que o processo de pacificação avança. Explosões ocorreram em Damasco, Idleb e Alepo, no dia seguinte à chegada dos que estavam encarregados de chefiar a missão, entre eles o próprio Mood.

Também foram queimados ônibus e atacadas forças de segurança no dia da votação para as eleições parlamentares, ocorridas na segunda-feira (7).

Mas a situação para os sabotadores está ficando mais difícil pois o povo acorreu em massa para as filas de votação e o idealizador da mediação de paz da ONU, Kofi Annan acaba de declarar que, apesar de ainda haverem violações graves do cessar-fogo, ele está avançando desde que chegou a missão de observadores.

Demonstrando mais uma vez seu apoio aos terroristas como base para intervir e tentar derrubar o governo legítimo da Síria, a embaixadora dos EUA na ONU, Susan Rice, não tomou conhecimento do grave incidente mas afirmou que seu país vai seguir financiando o que ela chama de “grupos opositores sírios” mas que vai ser com “ajuda não letal”.

Quer dizer, dólares, muitos milhões de dólares como já se comprometeu Hillary Clinton na Conferência dos Amigos da Síria (melhor dizendo, dos Amigos dos EUA) hostilmente realizada na Turquia, a poucos quilômetros da fronteira com a Síria.

Apesar do apoio de mais de dez milhões de sírios nas votações tanto da Constituição como para o parlamento, ela segue com a cantilena que para a Síria “só a solução com a saída do presidente Bashar Al Assad”... “Solução” para quem, cara pálida?            N.B.


Capa
Página 2

Bancos dizem que apoiam crédito, mas não abrem mão do juro alto

Carta Aberta ao Ministro Ayres Brito - Luis Nassif

Dona da JBS Friboi diz que assume Delta

Ideli diz que Dilma avalia vetos no Código Florestal

Balança do agronegócio tem queda no superávit em abril

Expediente


 

Página 3

Conluio criminoso: a fabricação do probo Demóstenes pela Veja

Gurgel arquivou pedido feito em 2009 para investigar Demóstenes, diz delegado na CPI

Sob pressão, procurador inclui Perillo no inquérito

Protógenes repele manobra da “mídia criminosa”

Parlamentares defendem convocação de Civita 

Unânime, Conselho de Ética inicia processo contra “mosqueteiro”

Dilma: Brasil requer as FFAA bem equipadas para defesa das hidrelétricas e do pré-sal 

 

Página 4

Ruralistas tentam barrar PEC do Trabalho Escravo no Congresso

CNAB realiza homenagem a Luiz Gama na próxima sexta

Presidente da ALRS pede redução do juro da dívida estadual para 2%

Senado aprova Lei Geral da Copa

Marinha realiza com sucesso o teste de motor brasileiro para mísseis Exocet MM40

A farra das CPIs contra o Ecad - TUNINHO GALANTE*

CARTAS

Página 5

 

 

Página 6

Kim Jong Un: “Seguir o legado de Kim Il Sung de socialismo e independência”

Rosanita Campos: "EUA, Europa e Japão submergem no desemprego enquanto a América Latina se desenvolve"

Declaração de Pyongyang destaca a “nova era de progresso e prosperidade”

Página 7 Página 8

O Dom Casmurro de Machado pelo crítico Agripino Grieco