Primarização da pauta de exportação continua alta. Só Secex vê o contrário

Em palestra sobre comércio exterior na Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), a secretária de Comércio de Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Tatiana Lacerda Prazeres, apresentou dados da balança comercial do país pretendendo demonstrar uma inversão na pauta de exportação brasileira. “Se, no ano passado, foi dito que houve uma primarização da pauta de exportações brasileira, este ano estamos vendo o contrário acontecer”, disse.

A queda do preço das commodities e diminuição da compra desses produtos pela China estão na raiz para o ligeiro aumento da participação de manufaturados nas exportações e pela manutenção dos produtos básicos, segundo os próprios números do Ministério.
Para sustentar sua tese, Tatiana Prazeres, ressaltou que as exportações de produtos manufaturados estão crescendo mais (3,4%, na média diária) em relação aos produtos básicos (2%), na comparação do primeiro quadrimestre de 2012 em relação ao mesmo período do ano passado. A intenção é óbvia: apresentar uma situação supostamente mais favorável na balança comercial este ano.

Contudo, os resultados da balança comercial do primeiro quadrimestre não avalizam todo esse otimismo da secretária. No acumulado de janeiro a abril as exportações somaram US$ 74,646 bilhões e a importações, US$ 71,328 bilhões, gerando um superávit de US$ 3,318 bilhões. No mesmo intervalo de 2011, as vendas para o exterior totalizaram US$ 71,405 bilhões e as importações, US$ 66,400 bilhões, com um saldo de US$ 5,005 bilhões. Ou seja, o saldo da balança comercial este ano no primeiro quadrimestre ficou menor ante o mesmo período do ano passado.

No referido intervalo, as exportações de produtos básicos alcançaram US$ 34,662 bilhões. A participação desses produtos na pauta exportadora brasileira manteve-se em 46,4%. O principal destaque positivo foi a exportação de petróleo na ordem de US$ 7,6 bilhões, um aumento de 33,8%. Já as vendas de minério de ferro caíram 19% e atingiram US$ 9,4 bilhões.

As exportações de produtos manufaturados totalizaram US$ 28,380 bilhões, passando de 37,5% para 38% na pauta exportadora. A venda de óleos combustíveis somou US$ 1,8 bilhões (+43%) e a de laminados planos, US$ 412 milhões (-51%).


Capa
Página 2

Desnacionalização faz retroceder indústria e abala contas externas

Mantega: bancos privados têm que reduzir os juros

Fiesp: atividade industrial recua 0,3% em abril 

Presidente Dilma eleva tarifa para inibir as importações predatórias

Dono da Johnnie Walker leva cachaça Ypióca

Fundo dos EUA adquire 100% da churrascaria Fogo de Chão

Primarização da pauta de exportação continua alta. Só Secex vê o contrário

Telmex/AT&T domina 54,2% da TV paga no Brasil, diz Anatel

Expediente

 

 

 
 


 

Página 3

Tour de Gilmar e Demóstenes pela Europa é mistério a ser explicado

Gilmar utilizou os serviços do araponga de Cachoeira

Lula desmente Veja: “meu sentimento é de indignação”

“Não se falou nada disso”, disse o ex-ministro Jobim

Assessor de Cachoeira complica Marconi Perillo

PPL apresenta seu primeiro programa de rádio e TV

PPL: Os seis pontos para o Brasil avançar e se desenvolver

Dilma faz vetos e mudanças no projeto do Novo Código Florestal que foi desvirtuado na Câmara 

Ministro do STJ rejeita ação de improbidade contra 15 pessoas citadas na farsa do “mensalão”

Página 4

MPT cobra de Shell e Basf R$ 1 bi por contaminações em Paulínia

Repórter que humilhou entrevistado na Bahia é indiciada

Carta aberta dos cientistas brasileiros à presidenta da República Dilma Rousseff: Mudanças climáticas: hora de recobrar o bom senso

CARTAS

Página 5

 

 

Página 6

Praça Tahrir rejeita fraude e exige premiê de Mubarak fora do 2º turno

Jogador da seleção palestina mantido em cárcere de Israel, sem julgamento há 3 anos

Israel: apartheid e chantagem nuclear (V)

Rússia denuncia ‘tortura até a morte’ de civis por grupos armados apoiados pelos EUA

Fatah e Hamas se reúnem no Cairo para definir governo de união e eleições

 

Página 7 Página 8

Lembranças de 1964: o Brasil, o golpe de Estado e a verdade (3)