Médicos param no PR e BA contra medida que reduz os salários 

Os médicos do Hospital de Clínicas de Curitiba, vinculado à Universidade Federal do Paraná (UFPR), entraram em greve segunda-feira contra a Medida Provisória 568/2012. A MP prevê a redução em até 50% dos salários, aumenta da carga horária das atuais 20 horas para 40 horas semanais e congela os proventos dos proporcionais no serviço público federal.

O Conselho Regional de Medicina do Paraná, a Associação Médica do Estado e o sindicato da categoria local divulgaram nota em conjunto repudiando o teor da MP. As entidades citam que a medida quer alterar as conquistas da categoria consolidadas ao longo do tempo, além de ir contra legislação específica que regulamenta a carga horária dos médicos.

A MP institui, a partir do dia 1º de julho, diversas mudanças na remuneração dos médicos, entre elas a criação da Vantagem Pessoal Nominal Identificada (VPNI), item apontado como o mais prejudicial à classe. A VPNI é uma compensação salarial fixa que reúne benefícios como insalubridade, periculosidade, gratificações, entre outros, antes vinculados aos seus salários.

Com a greve, foi interrompido o atendimento no hospital, como consultas, cirurgias eletivas, exames complementares, entre outros. Haverá atendimento apenas de casos emergenciais, além dos pacientes já internados no hospital.

Na Bahia, os médicos também repudiaram a MP. O Sindicato dos Médicos da Bahia (Sindimed) e da Associação Baiana de Medicina afirmaram que irão se somar à mobilização nacional contra a medida e, nos próximos dias 5 e 6 de junho, participam de um ato de ocupação do Congresso Nacional, protesto  que deve reunir profissionais do setor de vários estados brasileiros.


Capa
Página 2

Desnacionalização faz retroceder indústria e abala contas externas

Mantega: bancos privados têm que reduzir os juros

Fiesp: atividade industrial recua 0,3% em abril 

Presidente Dilma eleva tarifa para inibir as importações predatórias

Dono da Johnnie Walker leva cachaça Ypióca

Fundo dos EUA adquire 100% da churrascaria Fogo de Chão

Primarização da pauta de exportação continua alta. Só Secex vê o contrário

Telmex/AT&T domina 54,2% da TV paga no Brasil, diz Anatel

Expediente

 

 

 
 


 

Página 3

Tour de Gilmar e Demóstenes pela Europa é mistério a ser explicado

Gilmar utilizou os serviços do araponga de Cachoeira

Lula desmente Veja: “meu sentimento é de indignação”

“Não se falou nada disso”, disse o ex-ministro Jobim

Assessor de Cachoeira complica Marconi Perillo

PPL apresenta seu primeiro programa de rádio e TV

PPL: Os seis pontos para o Brasil avançar e se desenvolver

Dilma faz vetos e mudanças no projeto do Novo Código Florestal que foi desvirtuado na Câmara 

Ministro do STJ rejeita ação de improbidade contra 15 pessoas citadas na farsa do “mensalão”

Página 4

MPT cobra de Shell e Basf R$ 1 bi por contaminações em Paulínia

Repórter que humilhou entrevistado na Bahia é indiciada

Carta aberta dos cientistas brasileiros à presidenta da República Dilma Rousseff: Mudanças climáticas: hora de recobrar o bom senso

CARTAS

Página 5

 

 

Página 6

Praça Tahrir rejeita fraude e exige premiê de Mubarak fora do 2º turno

Jogador da seleção palestina mantido em cárcere de Israel, sem julgamento há 3 anos

Israel: apartheid e chantagem nuclear (V)

Rússia denuncia ‘tortura até a morte’ de civis por grupos armados apoiados pelos EUA

Fatah e Hamas se reúnem no Cairo para definir governo de união e eleições

 

Página 7 Página 8

Lembranças de 1964: o Brasil, o golpe de Estado e a verdade (3)