TSE aprova registro do SDD, o partido de Paulinho da Força

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou na terça-feira (24) por quatro votos a três a criação do partido Solidariedade, liderado pelo deputado federal Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força (SP), que estava no PDT.

A sigla do Solidariedade será "SDD" e terá o número 77. O SDD é o 32º partido político do país.

Segundo o deputado Paulo Pereira, o Solidariedade nasce com diretórios em todos os Estados, 35 deputados federais, um senador e dois minutos de tempo no horário político nacional. "Estamos destinados a ser o partido mais influente das eleições de 2014", comentou Paulinho. "Somos livres para escolhermos, em cada Estado, quem melhor representa as nossas propostas. Muitas vezes, teremos candidatos próprios, outras vamos estar junto com quem temos sintonia", afirmou o deputado em entrevista para o portal 247.

Uma manobra de última hora tentou impedir o registro do partido. O vice-procurador-geral eleitoral, Eugênio Aragão, pediu ao plenário do TSE que não fosse concedido o registro, alegando que era necessário apurar possíveis irregularidades. Ele se baseou em denúncias de utilização do Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo Federal (Sindilegis) para falsificar assinaturas e notícias de que a assinatura de uma chefe de cartório de Várzea Paulista (SP) também foi fraudada.

Mas os ministros do tribunal recusaram as alegações. Eles entenderam que, apesar de notícias de irregularidades na obtenção das assinaturas de apoio, as assinaturas confirmadas pelos cartórios tinham número suficiente para garantir a criação da legenda. "Todos os requisitos foram cumpridos", declarou a presidente do tribunal, ministra Cármen Lúcia.

O plenário do TSE também deferiu, na terça-feira, o registro do Partido Republicano da Ordem Social (PROS), o 31º partido político.


Capa
Página 2
Página 3

Dilma: espionagem dos EUA fere e afronta o Direito Internacional

A Shell perfurou em 2001 no local e não achou nada. Se não fosse pela Petrobrás, campo de Libra não existiria, diz Siqueira

CUT orienta todas as suas entidades para lutarem contra o leilão do campo de Libra

Felício: a soberania nacional está em jogo; tem que suspender o leilão de Libra imediatamente 

“Dilma, não entregue nosso pré-sal a empresas estrangeiras”, pede Stédile

Entidades da Educação enviam carta a Dilma e defendem a suspensão do leilão de Libra

Professor Luiz Moreira: “Denúncia do “mensalão” se baseou em suposições. É mera peça de ficção”

TSE aprova registro do SDD, o partido de Paulinho da Força

Para Lula, segundo mandato de Dilma será “infinitamente melhor”

Página 4 Página 5 Página 6

Bangladesh: têxteis em greve para elevar mínimo de 85 a 230 reais

Trabalhistas ingleses denunciam arrocho e recessão de Cameron

México: professores tomam as ruas contra a privatização do ensino e em defesa da Pemex

“O mundo estaria melhor se EUA deixasse de intervir”, afirma Assad

Presidente da África do Sul defende soberania da Síria

Chile: a anatomia de um golpe -5

Página 7 Página 8

  

Getúlio lança a Petrobrás: “no petróleo, o controle nacional é imprescindível” (2)