Venda de carros despenca 7,2% em relação ao mesmo período do ano passado

As vendas de carros, comerciais leves, ônibus e caminhões novos caíram 7,2% em maio comparativamente ao mesmo mês do ano passado e ficaram estacionadas em relação a abril deste ano, segundo o informativo da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), divulgado na terça-feira (3). A entidade estima para todo o ano 2014 um recuo nas vendas de mais de 3%.

Os licenciamentos de maio somaram 293.383 unidades e no acumulado dos cinco primeiros meses, 1.399.350, queda de 5,5% ante o mesmo intervalo do passado, que foi de 1.480.352 veículos.

As montadoras, todas multinacionais, foram beneficiadas com a redução de alíquotas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Segundo o presidente da Fenabrave, Flávio Meneghetti, o setor projeta uma queda de 3,24% nas vendas de veículos este ano, para 3,64 milhões de unidades: "A projeção otimista [do início do ano], já descartamos. Vemos um viés de baixa. O PIB está desacelerando", disse.

Das categorias do setor, apenas as vendas de comerciais leves e caminhões tiveram crescimento anual nos licenciamentos: 3,15% e 1,5%, respectivamente. Já os automóveis tiveram queda anual de 10,7%, ônibus caíram 11,8%, tratores e máquinas agrícolas recuaram 12% e motos, baixa de 2,7%.

Na comparação de maio em relação a abril, houve crescimento de 17% das vendas de caminhões, enquanto as vendas de automóveis tiveram queda, de 1,7%.


Capa
Página 2
Página 3

PNAD Contínua derruba versão do governo sobre desemprego

Eduardo: “é preciso rever o fator previdenciário que achata indevidamente as aposentadorias”

Lula avalia que Dilma espantou os empresários e cobra dela mais esforço para reaproximá-los 

Aécio nega que seja usuário de cocaína

Skaf avisa Dilma que PT será adversário em SP

Dilma faz de tudo para agradar Obama e nega asilo a Snowden

Espionagem: investigação de José Eduardo Cardozo não andou após um ano

Página 4 Página 5

SP: metroviários recusam reajuste abaixo de 10% e entram em greve

Brasil x Panamá: mais um show de Neymar

Professores conquistam incorporação de abono

Dilma é recebida com protesto de servidores durante visita ao Rio

Policiais Militares de SP fazem manifestação contra proposta do governo de reajuste zero

IBGE: servidores denunciam descaso do governo durante ato no centro do R. de Janeiro

Página 6

Figuras e figurinhas em 1964: antes e depois do golpe contra o Brasil (16)

Página 7 Página 8

Sírios reelegem o presidente Assad com 88,7% dos votos

Espanhóis exigem respeito à Constituição que determina referendo sobre monarquia

Nem com tsunami de dólares EUA evita elevação do déficit comercial

União Patriótica afirma apoio a Santos no segundo turno: "pelo fim do conflito armado na Colômbia"

“Novo governo cimenta a unidade palestina contra ocupação”, afirma Barghouti

Eleito presidente, El Sisi assume governo no Egito

P.O.W. trocado por Obama é desertor e odiava a guerra