Em greve, servidores das universidades paulistas realizam ato por aumento de repasse do ICMS
 

Em greve desde a última terça-feira (27), professores das três universidades estaduais paulistas - USP, Unesp e Unicamp - realizaram um ato público por volta das 14h desta terça-feira em frente à reitoria da Unesp, no centro de São Paulo que reuniu mais de 1500 pessoas. O movimento tem a adesão de servidores técnico-administrativos das instituições e de estudantes.

Os docentes, funcionários e estudantes entraram em greve por uma pauta que reúne reajuste salarial, a abertura das contas das universidades, o posicionamento contra a privatização através de cobrança de mensalidades difundido pela Folha de São Paulo nos últimos dias.

Eles defendem o aumento do repasse do ICMS pelo governo estadual para solucionar o problema e garantir o aumento de 10% ao conjunto dos servidores.

Atualmente, o percentual do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) é de 9,57%. Os sindicatos de professores e funcionários e os estudantes reivindicam que o governo aumente as verbas das instituições ampliando esse repasse para 11,6%.

“A força do ato, que é produto da grande greve que toma conta das três universidades, trouxe um primeiro bom resultado. A reitora da Unesp e presidente do CRUESP (Conselho de reitores das Universidades Estaduais de São Paulo), Marilza Vieira Cunha Rudge, concordou em receber uma comissão das entidades”, destacou o Fórum das Seis – grupo que representa os sindicatos de professores e funcionários das três universidades.

A reunião durou pouco mais de uma hora, a reitora e os cerca de 20 pró-reitores e assessores que a acompanharam ouviram críticas ao rompimento das negociações. “A reitora se comprometeu a chamar os outros dois reitores para uma reunião urgente do Cruesp nos próximos dias e sinalizou com a realização de uma negociação com o Fórum das Seis na sequência, ainda sem data definida” contou o Fórum.


Capa
Página 2
Página 3

PNAD Contínua derruba versão do governo sobre desemprego

Eduardo: “é preciso rever o fator previdenciário que achata indevidamente as aposentadorias”

Lula avalia que Dilma espantou os empresários e cobra dela mais esforço para reaproximá-los 

Aécio nega que seja usuário de cocaína

Skaf avisa Dilma que PT será adversário em SP

Dilma faz de tudo para agradar Obama e nega asilo a Snowden

Espionagem: investigação de José Eduardo Cardozo não andou após um ano

Página 4 Página 5

SP: metroviários recusam reajuste abaixo de 10% e entram em greve

Brasil x Panamá: mais um show de Neymar

Professores conquistam incorporação de abono

Dilma é recebida com protesto de servidores durante visita ao Rio

Policiais Militares de SP fazem manifestação contra proposta do governo de reajuste zero

IBGE: servidores denunciam descaso do governo durante ato no centro do R. de Janeiro

Página 6

Figuras e figurinhas em 1964: antes e depois do golpe contra o Brasil (16)

Página 7 Página 8

Sírios reelegem o presidente Assad com 88,7% dos votos

Espanhóis exigem respeito à Constituição que determina referendo sobre monarquia

Nem com tsunami de dólares EUA evita elevação do déficit comercial

União Patriótica afirma apoio a Santos no segundo turno: "pelo fim do conflito armado na Colômbia"

“Novo governo cimenta a unidade palestina contra ocupação”, afirma Barghouti

Eleito presidente, El Sisi assume governo no Egito

P.O.W. trocado por Obama é desertor e odiava a guerra