Robson Marinho pede     afastamento do TCE-SP
 

O conselheiro do Tribunal de Contas de São Paulo (TCE), Robson Marinho, pediu licença de seu cargo. Ele é investigado pelo Ministério Público de São Paulo e pelo Supremo Tribunal de Justiça (STJ), suspeito de ter recebido cerca de 2,7 milhões de dólares provenientes de propina paga pela multinacional francesa Alstom.

Em seu nome estão bloqueados 3 milhões de dólares, que segundo os investigadores brasileiros, podem ter como origem o favorecimento de Marinho em uma decisão referente a contrato da área de energia do governo de São Paulo com a Alstom.

O conselheiro, nomeado pelo então governador Mário Covas (PSDB), fez uso de uma licença prêmio de sete dias, sua saída se deu após o STJ, negar foro privilegiado para as investigações sobre a sua relação com a Alstom. Marinho foi secretário da Casa Civil de Covas.

A saída de Robson Marinho do cargo foi exigida inclusive pelos seus pares e demais servidores do TCE. Na última semana, representantes do Sindicato dos Servidores da Câmara Municipal e do Tribunal de Contas do Município de São Paulo (Sindilex) da Federação Nacional das Entidades dos Servidores dos Tribunais de Contas de Brasil (Fenastc) entraram hoje (28), na Fazenda Pública do Estado de São Paulo, com uma ação popular pedindo o afastamento do conselheiro Robson Marinho do Tribunal de Contas estadual (TCE-SP).

Além da fortuna no exterior, os promotores paulistas encontraram vários imóveis em nome de Marinho aqui no Brasil. Entre eles, uma ilha em Paraty, uma mansão de 7 milhões em Ubatuba, outra no Morumbi e um terreno de 20 mil metros quadrados concedido por usucapião pela Justiça paulista.


Capa
Página 2
Página 3

PNAD Contínua derruba versão do governo sobre desemprego

Eduardo: “é preciso rever o fator previdenciário que achata indevidamente as aposentadorias”

Lula avalia que Dilma espantou os empresários e cobra dela mais esforço para reaproximá-los 

Aécio nega que seja usuário de cocaína

Skaf avisa Dilma que PT será adversário em SP

Dilma faz de tudo para agradar Obama e nega asilo a Snowden

Espionagem: investigação de José Eduardo Cardozo não andou após um ano

Página 4 Página 5

SP: metroviários recusam reajuste abaixo de 10% e entram em greve

Brasil x Panamá: mais um show de Neymar

Professores conquistam incorporação de abono

Dilma é recebida com protesto de servidores durante visita ao Rio

Policiais Militares de SP fazem manifestação contra proposta do governo de reajuste zero

IBGE: servidores denunciam descaso do governo durante ato no centro do R. de Janeiro

Página 6

Figuras e figurinhas em 1964: antes e depois do golpe contra o Brasil (16)

Página 7 Página 8

Sírios reelegem o presidente Assad com 88,7% dos votos

Espanhóis exigem respeito à Constituição que determina referendo sobre monarquia

Nem com tsunami de dólares EUA evita elevação do déficit comercial

União Patriótica afirma apoio a Santos no segundo turno: "pelo fim do conflito armado na Colômbia"

“Novo governo cimenta a unidade palestina contra ocupação”, afirma Barghouti

Eleito presidente, El Sisi assume governo no Egito

P.O.W. trocado por Obama é desertor e odiava a guerra