IBGE: servidores denunciam descaso do governo durante ato no centro do R. de Janeiro 

Os funcionários do IBGE que estão em greve desde o dia 26 de maio, em vários estados do país, realizaram um ato no centro do Rio de Janeiro na manhã da última terça-feira, dia 3, em frente aos edifícios do órgão.

De acordo com a diretora-executiva do Sindicato Nacional dos Trabalhadores em Fundações Públicas Federais de Geografia e Estatísticas (ASSIBGE-SN), Ana Magni, a greve já tem a adesão de 70% da categoria.

Em declarações sobre o pedido de reabertura das negociações, a ministra do Planejamento, Mirian Belchior, disse que qualquer tipo de reajuste salarial terá reabertura somente em 2015.

Para as entidades, além do reajuste salarial há outras pautas que também não foram negociadas: “a greve tem como foco central justamente a defesa e o fortalecimento do IBGE, que permita ao seu corpo técnico melhores condições de trabalho e influir nas decisões adotadas, além do fim da exploração absurda da mão de obra temporária.”

Conforme o Sindicato, uma delegação de representantes da entidade está em Brasília, pressionando o governo para que haja a abertura de negociações.

A entidade ressalta que a “luta pela divulgação da PNAD Contínua [Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios] é parte integrante da defesa da credibilidade da instituição. Incoerente é o governo, que quer a divulgação dos índices, mas corta o orçamento do IBGE, o que levou ao adiamento da Contagem Populacional, da POF [Pesquisa de Orçamentos Familiares] e à crise, que ameaça a credibilidade do instituto”. Os dados da PNAD Contínua foram divulgados na terça-feira, 3. Em abril, o governo havia anunciado que a pesquisa seria suspensa até 2015.

 

 


Capa
Página 2
Página 3

PNAD Contínua derruba versão do governo sobre desemprego

Eduardo: “é preciso rever o fator previdenciário que achata indevidamente as aposentadorias”

Lula avalia que Dilma espantou os empresários e cobra dela mais esforço para reaproximá-los 

Aécio nega que seja usuário de cocaína

Skaf avisa Dilma que PT será adversário em SP

Dilma faz de tudo para agradar Obama e nega asilo a Snowden

Espionagem: investigação de José Eduardo Cardozo não andou após um ano

Página 4 Página 5

SP: metroviários recusam reajuste abaixo de 10% e entram em greve

Brasil x Panamá: mais um show de Neymar

Professores conquistam incorporação de abono

Dilma é recebida com protesto de servidores durante visita ao Rio

Policiais Militares de SP fazem manifestação contra proposta do governo de reajuste zero

IBGE: servidores denunciam descaso do governo durante ato no centro do R. de Janeiro

Página 6

Figuras e figurinhas em 1964: antes e depois do golpe contra o Brasil (16)

Página 7 Página 8

Sírios reelegem o presidente Assad com 88,7% dos votos

Espanhóis exigem respeito à Constituição que determina referendo sobre monarquia

Nem com tsunami de dólares EUA evita elevação do déficit comercial

União Patriótica afirma apoio a Santos no segundo turno: "pelo fim do conflito armado na Colômbia"

“Novo governo cimenta a unidade palestina contra ocupação”, afirma Barghouti

Eleito presidente, El Sisi assume governo no Egito

P.O.W. trocado por Obama é desertor e odiava a guerra