Para indústria paulista, segundo semestre de 2014 foi o pior dos últimos cinco anos

A Federação e o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp) divulgaram o levantamento “Rumos da Indústria Paulista”, que aponta que o desempenho da indústria no segundo semestre de 2014 foi o pior em cinco anos.
A pesquisa, sob a responsabilidade do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos (Depecon), foi feita com 424 empresas, das quais “59,4% são empresas de micro e pequeno porte (até 99 empregados), 32,1% são de médio porte (de 100 a 499 empregados), e 8,5% são de grande porte (500 ou mais empresários)”.

Para o diretor do Depecon, Paulo Francini, “a indústria está em uma condição muito ruim seja no desempenho do [semestre] já ocorrido, seja com relação à expectativa do que vai ocorrer. E isso ainda temperado com uma mudança de governo”.

A pesquisa detectou que “o volume da produção teve queda, ou queda acentuada, nos últimos seis meses de 2014 para 58,7% das empresas consultadas. Com relação às vendas no mercado interno, 59,6% das empresas informaram queda ou queda acentuada, enquanto 50,3% das companhias exportadoras também anotaram queda ou queda acentuada em suas vendas externas. Produção e vendas no mercado interno também apresentaram os piores resultados desde 2009. Quanto às exportações, o resultado só não foi pior do que 2009, quando 59,1% das empresas indicaram queda ou queda acentuada”.

Segundo o levantamento sobre as expectativas para o primeiro semestre deste ano, “39,1% acreditam que seu volume de produção será igual em comparação com o primeiro semestre de 2014. Já 36,3% dos entrevistados esperam queda ou queda acentuada nesse quesito para o período”.

Em relação às vendas no mercado interno, “36,8% esperam queda ou queda acentuada, enquanto 35,6% acreditam que as vendas serão iguais em comparação com igual período de 2014”.

A pesquisa da Fiesp/Ciesp apurou que “40,2% das empresas acreditam que o movimento de suas exportações será igual no primeiro semestre de 2015 contra 2014. E 30,2% das organizações consultadas projetam uma queda ou queda acentuada de suas vendas externas”. Já as expectativas para produção e vendas internas para 2015 também são as mais baixas registradas desde de 2010: “Para as exportações, as expectativas de queda só não são maiores que 2011, quando o percentual foi o mesmo (30,2% de expectativa de queda ou queda acentuada)”.

“A contratação de novos empregados será bem menor no primeiro semestre de 2015 ante igual período de 2014. Das empresas que participaram da pesquisa, 84,4% não pretendem contratar nos primeiros seis meses do ano, o pior resultado desde 2010”, diz a Fiesp.

 


Capa
Página 2
Página 3

‘Propina na Petrobrás é execrável e envolvidos têm que ser presos’

Para deputado Sibá Machado, é interesse do trabalhador ter seus direitos cortados

Empreiteira do Clube do Bilhão tenta escapar da punição pedindo afastamento do juiz Moro

Vice do PT contesta críticas da Fundação Perseu Abramo e diz que Joaquim Levy é um ser superior

Irmão de Eduardo Campos estranha que jornal tenha acessado investigações da Aeronáutica

Entre os lacaios (Lênin)

Maluf: “Chinaglia é homem muito honesto. Voto nele” 

Página 4 Página 5

Contra traições de Dilma, Centrais convocam Dia Nacional de Lutas

Dirigente da CUT/RS inclui redução dos juros na pauta dos trabalhadores

Para sindicalistas, veto à correção do IR é confisco ao salário dos trabalhadores

Aeronautas e aeroviários iniciam paralisações diárias por reajuste

Polícia interdita Contax por violações trabalhistas no PE

Bancários defendem Caixa 100% pública

 

Página 6

Tsipras: "Vamos afastar os que conduziram o país à catástrofe"

Mexicanos denunciam o governo por abafar crime contra os 43 estudantes

"Este rapaz juntou pistas falsas e informações distorcidas"

Evo inicia novo mandato: "Vamos consolidar revolução com conquistas na produção e justiça"

Relatório da Oxfam subestima desigualdade no planeta

Boko Haram: o braço armado para desestabilizar a Nigéria (II)

Síria: ataque terrorista em Homs mata 5 civis e fere 70

Página 7

 Obama promete no Congresso tudo o que sabe que não passa

    Iêmen: capacho pró-EUA escapa por agora de andar na prancha

   
Economia chinesa cresceu 7,4% e a indústria teve incremento de 8,3%

    "Liberdade de expressão" na França: piada com Charlie dá cadeia e insulto à fé islâmica é chique

  
 Alemanha acelerou em 2014 o repatriamento de sua reserva de ouro sob custódia dos EUA

    RPDC conclama nação coreana à reunificação pacífica e independente
 


   
 

 



  

Página 8

O nascimento da República e os jabutis em cima das árvores (4)