“Passagem mais alta é igual a menos comida na mesa do trabalhador”, dizem os Sem Teto

O Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), que assumiu a bandeira contra o aumento das passagens de ônibus, trem e metrô, de R$ 3,00 para R$ 3,50, coordena sete atos simultâneos na periferia de São Paulo nesta quinta-feira (22).

“Tarifas mais altas significam menos dinheiro no bolso e menos comida na mesa do trabalhador”, destaca o MTST, na convocação do ato.

“Agora a luta é na periferia!”, conclamam os Sem Teto, que estimam reunir mais de 25 mil pessoas nos protestos contra o aumento da tarifa.

O presidente da Associação dos Moradores do M’Boi Mirim, José Domingos, informou que o objetivo dos atos na periferia é mostrar ao conjunto dos trabalhadores o quanto o aumento (de 17%) irá lesar o povo. “Por isso dia 22 de janeiro, estaremos em diversos pontos de São Paulo e da Grande São Paulo num grande panelaço contra o aumento das passagens de ônibus, trens e metrô”.

Na terça-feira, um outro ato contra o aumento foi realizado na zona leste da capital paulista. Mais de 8 mil pessoas caminharam do metrô Tatuapé, pela Avenida Radial Leste, até o Largo do Belém. Diferentemente dos dois atos anteriores, não houve o cordão policial reprimindo a manifestação. E como consequência, o protesto terminou de forma pacífica.

O próximo ato contra o aumento acontece nesta sexta-feira (23), em frente ao Teatro Municipal, no centro da capital.


Capa
Página 2
Página 3

‘Propina na Petrobrás é execrável e envolvidos têm que ser presos’

Para deputado Sibá Machado, é interesse do trabalhador ter seus direitos cortados

Empreiteira do Clube do Bilhão tenta escapar da punição pedindo afastamento do juiz Moro

Vice do PT contesta críticas da Fundação Perseu Abramo e diz que Joaquim Levy é um ser superior

Irmão de Eduardo Campos estranha que jornal tenha acessado investigações da Aeronáutica

Entre os lacaios (Lênin)

Maluf: “Chinaglia é homem muito honesto. Voto nele” 

Página 4 Página 5

Contra traições de Dilma, Centrais convocam Dia Nacional de Lutas

Dirigente da CUT/RS inclui redução dos juros na pauta dos trabalhadores

Para sindicalistas, veto à correção do IR é confisco ao salário dos trabalhadores

Aeronautas e aeroviários iniciam paralisações diárias por reajuste

Polícia interdita Contax por violações trabalhistas no PE

Bancários defendem Caixa 100% pública

 

Página 6

Tsipras: "Vamos afastar os que conduziram o país à catástrofe"

Mexicanos denunciam o governo por abafar crime contra os 43 estudantes

"Este rapaz juntou pistas falsas e informações distorcidas"

Evo inicia novo mandato: "Vamos consolidar revolução com conquistas na produção e justiça"

Relatório da Oxfam subestima desigualdade no planeta

Boko Haram: o braço armado para desestabilizar a Nigéria (II)

Síria: ataque terrorista em Homs mata 5 civis e fere 70

Página 7

 Obama promete no Congresso tudo o que sabe que não passa

    Iêmen: capacho pró-EUA escapa por agora de andar na prancha

   
Economia chinesa cresceu 7,4% e a indústria teve incremento de 8,3%

    "Liberdade de expressão" na França: piada com Charlie dá cadeia e insulto à fé islâmica é chique

  
 Alemanha acelerou em 2014 o repatriamento de sua reserva de ouro sob custódia dos EUA

    RPDC conclama nação coreana à reunificação pacífica e independente
 


   
 

 



  

Página 8

O nascimento da República e os jabutis em cima das árvores (4)