Divulgação

Subsidiária da Petrobrás detém uma frota de 54 navios-petroleiros

Diretoria da Petrobrás contrata banco para avaliar a venda da Transpetro

O diretor financeiro da Petrobrás, Ivan Monteiro, anunciou, na sexta-feira (15), que contratou um banco para avaliar a venda da Transpetro, subsidiária da Petrobrás responsável pela frota de navios, terminais e oleodutos.

A tentativa de privatização da Transpetro faz parte da política de desmonte da maior empresa estatal brasileira, implementada pelo atual governo no apagar das luzes de 2015, dia 28 de dezembro, com a venda para os japoneses de 49% da Gaspetro, subsidiária para o transporte de gás.

“O programa (de desinvestimento) é chamado aqui dentro de ‘Operação Desapega”, declarou o diretor, destacando que “nosso trabalho é reunir as áreas e convencê-las”, já que há uma grande resistência dentro da Petrobrás em abrir mão de seu patrimônio.

A Transpetro é uma empresa estratégica para o desenvolvimento do Brasil. Com instalações em 20 das 27 unidades federativas e uma frota de 54 navios-petroleiros, a subsidiária une as áreas de produção, refino e distribuição do Sistema Petrobrás, garantindo o acesso ao petróleo e derivados, biocombustíveis e gás natural às regiões mais remotas do país. São bilhões de litros de combustíveis que passam anualmente por uma rede de 7.517 km de oleodutos, 7.107 km de gasodutos, 21 terminais terrestres e 28 terminais aquaviários.

O sr. Ivan disse estar confiante de que a estatal atingirá sua meta de torrar seus ativos este ano e deixou claro sua total falta de compromisso com a Petrobrás e com o país, ao declarar que inclui e retira projetos da vitrine de acordo com o interesse dos compradores... dos estrangeiros, do cartel. Ele disse que tem recebido manifestações de interesses pelos ativos de fertilizantes, pelas Fábricas de Fertilizantes Nitrogenados (Fafens) da Petrobrás na Bahia, Sergipe e no Paraná. Já foram colocadas à venda a BR Distribuidora e a Braskem.

Na terça-feira (12), o Conselho de Administração da Petrobrás anunciou um corte de US$ 32 bilhões nos investimentos da estatal. A venda de ativos está estimada em US$ 15,1 bilhões para o biênio 2015-2019.


 


Capa
Página 2
  Página 3

Dilma quer cortar aposentadorias em favor dos bancos e das múltis

MP 703 é para satisfazer empreiteiras corruptas e “tem vários pontos perigosos”, alerta procurador

Cerveró diz que campanha de Lula em 2006 recebeu propina de R$ 50 milhões

MPF denuncia Duque pela oitava vez

Governo limita gastos para desviar para os bancos

A santa aliança contra a Lava Jato (Carlos Alberto Torres)

Wagner recebeu propina na sua reeleição, revela Cerveró 

Página 4 Página 5

Para pilhar salários, governo não irá corrigir tabela do IR

S. J. dos Campos: Metalúrgicos fazem paralisação na GM contra redução da Participação nos Lucros

Servidores públicos de Minas Gerais preparam greve geral contra o parcelamento de salários

Sindicatos condenam privatização da Eletrobrás: “demissões, apagão e mais aumento na tarifa”

Usiminas mantém corte de 4 mil trabalhadores em Cubatão-SP

Walmart fecha 60 lojas no Brasil

ESPORTES

CARTAS

Página 6

Varoufakis: “saída é romper com casta financeira da UE”

Argentina: multidão repudia prisão da deputada Milagro

“Sonho do meu pai ainda não se realizou”, afirma Bernice, filha de Martin Luther King

“Macri quer pagar abutres com mais arrocho”, afirma o ex-ministro Alex Kicillof

Maduro envia ao parlamento um projeto de emergência econômica

Publicidade

Página 7

Produção industrial dos EUA cai em dezembro pelo 3º mês seguido

Charlie Hebdo expele seu racismo e covardia contra o garoto sírio Aylan

Alemães repudiam violência contra refugiados

Espanha: Ministério Público pede quatro anos de cadeia para Rato, ex-chefe do FMI

China coloca em órbita satélite da Bielorrúsia

EUA diz que vai produzir míssil no Japão mas jura que é para segurança nipônica

Página 8

José Ermírio de Moraes: a construção do Brasil e o empresário nacional (2)