“O que acontece é que o crime organizado está ditando as regras”

Deputado Márcio Pacheco cobra medidas dos governos federal e estadual contra a falta de segurança no Paraná

O deputado estadual Marcio Pacheco (PPL-PR), cobrou na tribuna da Assembléia Legislativa paranaense, na última terça-feira (29), a falta de ações dos governos Dilma Rousseff (PT) e Beto Richa (PSDB) para combater o caos enfrentado pelo Estado na segurança pública.

“No governo federal, no ano de 2014, o dinheiro empenhado para pagamento e amortização da dívida do Brasil, juros da divida, chegou há 45% do Orçamento Geral da União, isso é o equivalente a R$ 978 bilhões que foram jogados pelo ralo no nosso país. Enquanto isso, foi destinado para a segurança pública no Brasil, 0,33%, o equivalente a pouco mais de R$ 7 bilhões. Esse é o descaso, o preterimento da segurança pública no país”, denunciou Pacheco.

O deputado resgatou também que a culpa da crise na Segurança é do governo federal, mas também do governo tucano de Beto Richa. “Enfrentamos uma defasagem imensa de efetivo, viaturas a maioria delas, ou pelo menos a metade, ‘baixadas’ por falta de concerto. Se faz muita propaganda da compra de novas viaturas, mas de que adiante se a frota não aumenta se não há o concerto das estragadas? E o sistema penitenciário do Paraná? Em Cascavel nós temos a infelicidade de ter a penitenciária industrial, de termos uma penitenciária estadual e a 56 quilômetros da cidade uma penitenciária federal e uma delegacia federal que não dá conta de conter o avanço do crime organizado, não há estrutura. O que acontece é que o crime organizado está ditando as regras na região, é muito difícil controlar o contrabando, o tráfico de armas e drogas”, afirmou.

O que motivou o deputado a fazer a denuncia foram os ataques acontecidos em Cascavel, interior do Paraná, na última segunda-feira (28). Segundo Pacheco, os ataques foram uma retaliação à morte de um adolescente que no domingo (27), tentou roubar a residência de um policial federal. Além do adolescente, outros dois homens estavam envolvidos na tentativa de roubo. Um deles foi morto e o outro está preso e foi reconhecido pelas vítimas.

A terça-feira (29) começou com os ônibus do transporte público de Cascavel sem circular, afetando a população. Os coletivos foram recolhidos, desde segunda à noite por conta da onda de ataques registrados na cidade. Quatro ônibus foram queimados.


Capa
Página 2
  Página 3

Temer-PSDB, pacto para abafar Lava Jato e manter a recessão

Ministro da recessão “defende” Dilma

Cunha é obrigado a recuar de mais uma manobra

PSB descarta retornar à base dilmista

PMDB foi o maior sócio e beneficiário desse governo nos últimos 13 anos, diz Marina Silva

Eleições Já! (Vladimir Palmeira)

Lula e Dilma ignoraram todos os meus avisos, afirma Ciro

PF identifica agressores do ministro Teori Zavascki

Página 4 Página 5

Servidores: governo tenta impor PL para pilhar salário e demitir

Funcionários públicos do Rio voltam às ruas para exigir pagamento dos salários

Rio Grande do Sul anuncia que funcionalismo terá vencimento de março parcelado até o final de abril

Professores de SP rejeitam proposta de Alckmin que suspende bônus e reajusta salários em 2,5%

Desemprego na Grande SP sobe de 14% para 14,7% em um mês

“Fora Dilma e Temer! Eleições Gerais Já”, defende a CGTB

ESPORTES

Página 6

Inglaterra: privatizada, indústria do aço está à beira da falência

Charlie Hebdo faz piada sobre a desgraça dos atingidos pelo atentado em Bruxelas

“Usamos sanções econômicas em relação a países que se negam a nos atender e a mudar seu comportamento”

Convenção da ONU reafirma decisão: Malvinas argentinas

Liberdade, igualdade, fraternidade abandonadas para o exílio forçado

 

Página 7

França para contra assalto de Hollande ao Código do Trabalho

Sarandon defende Sanders por ser o melhor para presidir os EUA e para derrotar Trump

Corte Europeia mantém impunidade dos policiais ingleses que mataram o brasileiro Jean Charles

Japoneses repudiam “reforma” que permite aos EUA usar FFAA nipônicas como bucha de canhão

Uma luz no fim do túnel?

Produção industrial do Japão despenca 6,2% em fevereiro


Boeing anuncia demissão de 4,5 mil trabalhadores


 

Página 8

História da Petrobrás - (8)