Tucanos sofrem nova derrota na Justiça e são impedidos de aumentar a passagem em SP

Na terça-feira, dia 10, o Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu manter a decisão de primeira instância que suspendeu o aumento da tarifa da integração dos ônibus, de responsabilidade do município, e trens e metrôs, responsabilidade do Estado.

O aumento das tarifas havia sido anunciado no dia 30 de dezembro, em conjunto pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) e pelo prefeito João Doria (PSDB) na prefeitura.

Tal decisão do TJ-SP é considerada uma derrota tanto para o governador, que acreditava na reversão da decisão de primeira instância, tanto para Doria.

Aumentar o valor da tarifa de integração foi a saída encontrada pelo prefeito para cumprir sua promessa de campanha de congelar a tarifa básica de R$ 3,80 do sistema municipal. Ou seja, o prefeito não iria aumentar a tarifa básica, mas aumentaria os valores de todas as outras modalidades, em uma porcentagem muito acima da inflação.

De acordo com o presidente do TJ-SP, desembargador Paulo Dimas, que julgou o recurso de Geraldo Alckmin, “no caso presente, a decisão questionada entendeu que a redução do desconto que beneficiava parcela dos usuários do transporte público metropolitano, em especial aqueles que utilizam o sistema integrado, e que resultou em reajuste bem acima dos índices inflacionários, não foi devidamente justificada”.

O reajuste foi de 14,8%, acima da inflação prevista de 6,4%.

BLOQUEIO BILHETE ÚNICO

Usuários do Bilhete Único (que dá acesso ao sistema de transporte público na capital paulista) foram surpreendidos na última semana com o bloqueio dos cartões. Segundo a SPTrans, empresa que gerencia o transporte público na capital, foram afetados cerca de 90 mil cartões.

Esses bloqueios não eram esperados pelos usuários que utilizam do Bilhete Único no dia-a-dia. Além da surpresa, os bloqueios causaram uma superlotação no único posto de atendimento da SPTrans na rua 15 de Novembro, no centro da capital paulista, onde usuários querem entender o motivo do cancelamento, exigindo uma reavaliação.


Capa
Página 2
Página 3

Temer é o retrato da falência política e moral do governo

Candidatos de Michel Temer terão apoio de PT e PCdoB na eleição para presidente da Câmara

Maia e Jovair querem aprovar projetos para paralisar a Operação Lava Jato

Deputados dos EUA se metem onde não são chamados e aliam-se à corrupção atacando Moro e a Lava Jato

André Figueiredo entra na disputa pela presidência da Câmara dos Deputados

Cartel do Bilhão construiu um estaleiro irregular e antiambiental, diz o MPF

MPF anuncia que Rolls-Royce vai ressarcir Petrobrás em 81 milhões

Página 4 Página 5

Anfip e juízes ampliam ação contra a PEC da Previdência

Ato na Câmara contra reforma reúne mais de 60 entidades

Desmonte dos Correios: empresa abre plano de demissão com objetivo de atingir mais de 8 mil

Rio: Policiais civis em greve denunciam: “Faltam salário, 13º, benefícios e condições de trabalho”

Cresce número de funcionários das montadoras afetados por ‘layoff’ ou redução salarial via PPE

Direção da Petrobrás ameaça: reposição da inflação só com redução de jornada e salário

OAB exige correção total da Tabela do Imposto de Renda

Copinha: Paulista elimina Chape e vai às semifinais

 

Página 6

Mercado externo, agronegócio e as farsas “neodesenvolvimentistas” (2)

Página 7


Legado de Obama: trilhões a Wall Street, arrocho, guerra e Trump

CNN encantada com Xi Jinping em Davos: ‘fez o discurso que se esperaria de um presidente dos EUA’

Primeira-ministra inglesa Theresa May propõe ‘ruptura clara e nítida’ com a UE
 

Assange saúda vitória da luta pela liberdade de Manning e mantém promessa de viajar aos EUA

Rússia estende asilo de Edward Snowden


Casa Branca comete a última provocação contra a RPDC antes da mudança de inquilino

Página 8

Atos saúdam Luther King e exigem fim da violência policial racista policial

Berlim: multidão homenageia Rosa Luxemburgo

Preso pelos EUA, o lutador pela libertação de Porto Rico está livre após 36 anos de cárcere

Os assassinos de Martin Luther King

Publicidade