OAB e mais de 160 entidades entregam carta contra projeto de Temer:

 “PEC é retrocesso inadmissível que a sociedade brasileira não pode aceitar”, diz presidente da OAB 

A Ordem dos Advogados de Brasil (OAB) realizou na terça-feira, 15, na sede da entidade em Brasília (DF), um ato público contra da reforma da Previdência (PEC 287), que contou com a participação de mais de 200 advogados de todo o país, além da representação de mais de 160 entidades sindicais e da sociedade civil.

O presidente nacional da OAB, Cláudio Lamachia, fez duras críticas ao texto da PEC durante a abertura do ato. “Entendemos que ela traz em seu bojo um retrocesso inadmissível e que a sociedade brasileira não pode aceitar. Não podemos imaginar que um trabalhador seja forçado a trabalhar 49 anos para alcançar a aposentadoria. É o momento de dizermos ao governo e aos nossos parlamentares que é inaceitável pensar numa idade mínima para aposentadoria aos 65 anos quando sabemos que diversas regiões do país não têm como expectativa de vida essa idade”, disse Lamachia, que continuou: “Significa dizer que inúmeros de nossos cidadãos terão de trabalhar e pagar por uma aposentadoria que nunca receberão, morrerão antes de se aposentar, acrescentou o presidente.

Presente no ato, o deputado federal Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) ressaltou que essa reforma só serve para desviar as aposentadorias dos trabalhadores para empresas de previdência privadas. “Realmente essa movimentação é necessária porque o governo tem uma maioria avassaladora, folgada, muitos deles de forma certamente duvidosa. Mas mostraremos a esses deputados que não se pode votar contra o povo. O povo está com a OAB e chega dessa reforma”, afirmou Faria de Sá.

Após o ato, uma comitiva formada com integrantes da diretoria da OAB, Associação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal (Anfip), Confederação Brasileira de Aposentados, Pensionistas e Idosos (Cobap), Auditoria Cidadã da Dívida, entre outros, levou à Câmara dos Deputados um manifesto elaborado pela Ordem, em parceria com diversas entidades, pedindo a suspensão da tramitação da proposta.

Segundo o presidente da Comissão de Direito Previdenciário da OAB, Chico Couto, a comissão não foi bem recebida pela Casa Legislativa. “Não percebemos nenhuma receptividade do governo”, afirmou. De acordo com os diretores da Cobap, Silberto Silva, Gildo Arquimínio e a assessora jurídica, Sueli Santos, que integravam a comitiva, ao longo de todo o percurso de deslocamentos até o gabinete do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tentaram barrar a entrada da comitiva na Câmara. 

 

Capa
Página 2
Página 3

Atos dizem NÃO a Temer & súcia em defesa da Previdência e CLT

Lula diz que quer resolver o “problema” da Previdência com Henrique Meirelles

Lava Jato quer punir criminosos, mas presidente do TSE se reúne com eles no Palácio do Planalto

STF vê indícios de crime ambiental em Padilha

Diretor da Odebrecht reafirma que Palocci é o “Italiano”

O sr. Rodrigo Maia e o desnudo da “reforma trabalhista” (Marco Antonio Campanella)

Supremo aceita denúncia contra deputado petista

Página 4 Página 5

SP: Metalúrgicos param vias contra assalto à Previdência

Estivadores enfrentam repressão da PM durante protesto em Santos

“Se a PEC passar, a polícia vai parar”, alertam agentes federais e civis durante manifestação

“PEC é retrocesso inadmissível que a sociedade brasileira não pode aceitar”, diz presidente da OAB

Justiça manda governo Temer retirar propaganda enganosa sobre reforma

Transporte para e população aplaude metroviários em greve

ESPORTES - Zagueiro marca e Palmeiras vence no apagar das luzes

Página 6

“Lava Jato” lusa flagra o conluio Odebrecht, Lula e premiê Sócrates

Lava-Jato flagra propina da Odebrecht por obra de hidrelétrica em Portugal

Argentinos promovem barulhaço contra tarifaço de Macri e arrocho que provoca o desemprego

Holanda: presepada antimuçulmana às vésperas da eleição dá vitória apertada a Rutte sobre Wilder

Herói grego condena os “ajoelhados diante dos poderes estrangeiros”

Guatemaltecos exigem renúncia de Jimmy Morales após a morte de 40 meninas asfixiadas

25 mil camponeses marcham até o Palácio Nacional: “Fora Jimmy” 

Página 7

Trump libera execuções com drones da CIA e desativa ‘terças da morte’

Justiça americana bloqueia novo decreto anti-imigrantes de Trump

Fed sobe 0,25% mas juro continua negativo


França: candidato François Fillon é indiciado por ter agraciado mulher e filhos com empregos-fantasma

“Escândalo dos nudes”: e como fica o moral da tropa na hora de tocar o terror “do alto de Montezuma às praias de Trípoli”?


Papa critica adoradores do dinheiro que fecham as fábricas e os empregos


Premiê Li Keqiang saúda ‘grande progresso do comércio sino-russo’

Intercâmbio Irã-Rússia cresceu 80% em 2016
 

Página 8

Os auditores fiscais da Receita contra as mentiras do governo sobre a Previdência