Juntos e misturados: Lula, Sócrates & Odebrecht

“Lava Jato” lusa flagra o conluio Odebrecht, Lula e premiê Sócrates

Ex-primeiro-ministro português, investigado por fraude na Operação Marquês, carreou centenas de milhões em obras para sucursal da Odebrecht

O ex-primeiro-ministro português, José Sócrates, foi interrogado pelo Ministério Público, durante seis horas, no dia 13. No dia 15, a sua ex-mulher, Sofia Fava, foi também levada a depor. São algumas das novas etapas da Operação Marquês, que reabre investigações em torno de Sócrates por corrupção, fraude fiscal e lavagem de dinheiro.
 

As falcatruas que tiveram o ex-primeiro-ministro como pivô, já o haviam levado a cumprir prisão preventiva (depois tornada domiciliar) de 21 de novembro de 2014 a 4 de setembro de 2015.
 

Informações já colhidas apontam para diversas intersecções entre os ilícitos desvendados pela Operação Marquês e a Lava Jato e incluem transações ilegais envolvendo as empresas Odebrecht e a telefônica Oi, entre outras, assim como a participação do ex-presidente Lula e de seu braço direito José Dirceu.
 

Junto com Sócrates, foram presos, entre outros, Carlos Santos Silva (administrador do grupo Lena e amigo de Sócrates), Gonçalo Ferreira (advogado da Proengel, outra construtora pertencente a Santos Silva) e Joaquim Lalanda de Castro (representante em Portugal do laboratório farmacêutico suíço Octapharma, para o qual o ex-premiê trabalha desde 2013).
 

O grupo Lena, participou de diversos consórcios junto com a empreiteira Bento Pedroso Construções de propriedade da Odebrecht e que em 2013 passaria a se chamar Odebrecht Portugal.
 

Entre as obras públicas que a Bento Pedroso (aliás Odebrecht) ganhou em consórcio com o grupo Lena, durante o governo de Sócrates (2004 a 2011), figuram o trem bala de Poceirão a Caia (projeto abandonado por seu sucessor Passos Coelho), a concessão rodoviária do Baixo Tejo (região metropolitana de Lisboa) avaliada em 110 milhões de euros e mais sete concessões de estradas. Também integrou o consórcio que conquistou, junto com o Banco Espírito Santo, a via rodoviária da Grande Lisboa, avaliada em 292 milhões de euros. Em 2008, a Bento Pedroso e o grupo Lena voltaram a associar-se. Desta vez o negócio foi uma barragem, a de Baixo Sabor. Quando da cerimônia de assinatura do contrato de 257 milhões de euros, Sócrates compareceu. A obra é denunciada pela destruição de 300 mil árvores em reserva ambiental e o resultado – uma represa, ou albufeira, como dizem os portugueses – que tem capacidade de geração de apenas 170 megawatts era descrita por lá como “o grande armazém de energia do Douro” (a título de comparação, cada uma das 20 turbinas da nossa Itaipu tem uma capacidade instalada de 700 MW, perfazendo um total de 14 mil MW).
 

NATHANIEL BRAIA

 


Capa
Página 2
Página 3

Atos dizem NÃO a Temer & súcia em defesa da Previdência e CLT

Lula diz que quer resolver o “problema” da Previdência com Henrique Meirelles

Lava Jato quer punir criminosos, mas presidente do TSE se reúne com eles no Palácio do Planalto

STF vê indícios de crime ambiental em Padilha

Diretor da Odebrecht reafirma que Palocci é o “Italiano”

O sr. Rodrigo Maia e o desnudo da “reforma trabalhista” (Marco Antonio Campanella)

Supremo aceita denúncia contra deputado petista

Página 4 Página 5

SP: Metalúrgicos param vias contra assalto à Previdência

Estivadores enfrentam repressão da PM durante protesto em Santos

“Se a PEC passar, a polícia vai parar”, alertam agentes federais e civis durante manifestação

“PEC é retrocesso inadmissível que a sociedade brasileira não pode aceitar”, diz presidente da OAB

Justiça manda governo Temer retirar propaganda enganosa sobre reforma

Transporte para e população aplaude metroviários em greve

ESPORTES - Zagueiro marca e Palmeiras vence no apagar das luzes

Página 6

“Lava Jato” lusa flagra o conluio Odebrecht, Lula e premiê Sócrates

Lava-Jato flagra propina da Odebrecht por obra de hidrelétrica em Portugal

Argentinos promovem barulhaço contra tarifaço de Macri e arrocho que provoca o desemprego

Holanda: presepada antimuçulmana às vésperas da eleição dá vitória apertada a Rutte sobre Wilder

Herói grego condena os “ajoelhados diante dos poderes estrangeiros”

Guatemaltecos exigem renúncia de Jimmy Morales após a morte de 40 meninas asfixiadas

25 mil camponeses marcham até o Palácio Nacional: “Fora Jimmy” 

Página 7

Trump libera execuções com drones da CIA e desativa ‘terças da morte’

Justiça americana bloqueia novo decreto anti-imigrantes de Trump

Fed sobe 0,25% mas juro continua negativo


França: candidato François Fillon é indiciado por ter agraciado mulher e filhos com empregos-fantasma

“Escândalo dos nudes”: e como fica o moral da tropa na hora de tocar o terror “do alto de Montezuma às praias de Trípoli”?


Papa critica adoradores do dinheiro que fecham as fábricas e os empregos


Premiê Li Keqiang saúda ‘grande progresso do comércio sino-russo’

Intercâmbio Irã-Rússia cresceu 80% em 2016
 

Página 8

Os auditores fiscais da Receita contra as mentiras do governo sobre a Previdência