Bueiro da Light explode e deixa queimadura em turista dos EUA

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou que o laudo da perícia policial sobre as causas da explosão do bueiro da Light, ocorrida em Copacabana, no Rio de Janeiro, na terça-feira, irá ficar pronto em um mês. A agência está investigando a explosão que arremessou uma turista a uma distância de oito metros. É a sétima ocorrência registrada com bueiros na cidade entre fevereiro e junho.

A turista, a norte-americana Sarah Nicole Lowry, sofreu queimaduras em 80% do corpo e está hospitalizada em estado grave. O fogo a atingiu quando atravessava uma rua junto com o marido, David James Mc Laughlin, que também teve 30% do corpo queimado no acidente.

Segundo a Aneel, a Light, distribuidora de energia do Rio, foi multada no fim do ano passado em R$ 9,5 milhões por falhas de manutenção e operação.


Capa
Página 2
Página 3

Espionagem dos EUA: Brasil repudia sequestro de David

Sindicato dos Jornalistas repudia “agressões de grupelhos fascistas nos protestos do Rio”

Para Dilma, é o fator previdenciário, e não as desonerações, que prejudica a Previdência

PPL divulga a mobilização das centrais no dia 30 e quer a mudança da política econômica

Tarso: “resolver a dívida interessa ao país, e não só ao Rio Grande do Sul”

Juízes e OAB apoiam ministro Lewandowski e condenam mais uma prepotência de Barbosa

Página 4 Página 5 Página 6

O favorecimento explícito e ilegal às multinacionais no leilão do pré-sal

Página 7 Página 8

25 policiais assassinados em massacre no Egito

Colombianos em greve exigem investimento em saúde e educação

Líder do Líbano condena atentado por terroristas sírios em Beirute

Egípcios lançam movimento contra ingerência dos EUA

Economia da Argentina cresce 5,1% no semestre

Equador: Chevron terá a resposta que merece